Só mais uma confissão.

tumblr_m1m541hKzL1ron9ceo1_500

“Me desculpe.”
Já devo ter começado alguns discursos usando essa mesma expressão de submissão, me desculpe por isso também.
Tenho uma certa necessidade de pedir desculpas, mesmo que telepaticamente.
Olha, se gosto bastante de você, não se espante se eu não pedir desculpas olhando nos seus olhos e acariciando suas mãos ou fazendo qualquer coisa desse tipo, pois minha timidez não me ajuda muito. No máximo, lançarei um olhar triste e rápido, sem delongas. O que é péssimo! Pois olhares rápidos como os que eu uso são interpretados de forma errada. Ninguém entende muito. E aí é que está o mais bacana.
Quando se é entendido demais, o mistério é só uma ambiguidade que confunde quem lê o principal de forma intensa e atenta. Se os que costumo considerar como amigos me entendessem completamente, eu os mataria de cansaço mental e os deixariam na mais pura decepção.
É por motivos parecidos que não peço desculpas olhando para você, que não é bem minha amiga, mas me faz rir de vez em quando, mesmo que seja só pelo efeito das lembranças de um passado não muito distante, do qual eu sinto falta.
Você talvez até aceitaria as desculpas, por educação ou por qualquer outro motivo que não tenho ideia, mas daria muito trabalho lidar comigo enchendo o saco e se desculpando o tempo inteiro pelo simples fato de não saber fazer outra coisa a não ser errar.”

Junior Lima – Inverbos.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Comente :}

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s