Arquivo da tag: pensamentos

#1: Bipolaridades de uma jovem vida.

imagens-e-fotos-para-tumblr-14

Hoje eu acordei querendo ser alguém.
Queria ser mais padronizada e menos criticada, queria que todos me olhassem e respeitassem.
Queria conseguir coisas num estalo de polegar e indicador.
Queria aquele look daquela atriz daquele filme.
Queria comprar, comprar e comprar sem me preocupar.
Acordei querendo também que meu sobrenome começasse com K.
Queria ter fama e privacidade. Status e desconhecimento.
Acordei querendo ser polo sul, mas estar no polo norte.
Acordei sendo mais original do que eu podia ser, sem ser comparada com ninguém.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Pensamentos

Será que precisaremos tentar?

Já parou para pensar no seu real valor para todos?

“You don’t have to try so hard

You don’t have to give it all away

You just have to get up, get up, get up, get up

You don’t have to change a single thing”

Já tem algum tempo que a Colbie, na minha humilde opinião, andava meio “morna” em suas músicas, estava sempre tentado alcançar o máximo que ela já foi antigamente, com músicas com reais significados.

Bem, ela resolveu sair dessa pausa e veio a nós cheia de coisas para dizer.  E acredito que ela falou coisas que todas as mulheres devem ouvir.

Espero que gostem, até mais gente.

Deixe um comentário

Arquivado em Música

Porque um pouco de poesia faz bem!

sky ferreira

“Seus olhos..
Ah! Como são lindos…
São como a lua nova.
E teu sorriso me lembra as estrelas..
Que de tão iluminadas..
Não se deixam desaparecer na escuridão..

Oh pequeno infante.
Não seja apenas um farsante..
Abra teus olhos..
Mas não os prenda em mim.

Abra tua boca,
E digas apenas o que sente.
E se sente para tomar um chá ou café.

Abra teus braços.
Pois teus abraços
São os únicos capazes,
De me encontrar e perder.

Sem motivos para ficar?
Fique mesmo sem motivos.
A porta está aberta,
Mas se sair não volte mais…”

NUBIA SANTOS

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Das Vantagens de ser Bobo.

feliz

O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo.
O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas.
Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: “Estou fazendo. Estou pensando.”

Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia.

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski.

Há desvantagem, obviamente.
Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro. Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu.

Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: “Até tu, Brutus?”

Bobo não reclama. Em compensação, como exclama!

Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz.

O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida. Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem.

Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas!

Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.

Clarice Lispector.

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Am I Perfect Now?

0.365x365.Tfafafa
E a cada dia parece que não sou perfeita.
Parece que o espelho já foi treinado em fabrica para distorcer e deixar pior aquilo que já não é tão bonito, assim dizendo.
As pessoas, na rua, no clube, nos grupos, ofendem. Estereotipam o correto, o aceito, o normal. Já eu, tão anormal quanto a própria anormalidade não me encaixo em nada disso.
Já tentei, porém fracassei, me irritei, auto-julguei e não me normalizei.
Será que já nasci com problemas referentes a anormalidade ou preferi ser o incomum e ser julgada por causa disso?
Só sei que cansa, todo dia, ouvir críticas que dizem respeito a minha altura, estilo, cor, gosto, vontade, sonho, loucura, desejo.
Já sei, vou começar a ser do jeito que são.
Terei gostos comuns, vontades comuns, estilo comum, sonho comum, desejo comum. Tudo comum. Assim, poderei observar se vão continuar me julgando por não estar “correta perante a sociedade” ou se mudarão o foco e procurarão em mim, algo que incomode para fazer com que eu mude novamente.
Am I Perfect Now? Bitch!

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos